Como já terá percebido, a RGPD afeta a Automação de Marketing intensamente. Isso é porque, para fazer a Automação de Marketing funcionar, necessita do consentimento prévio da sua audiência. Não existe uma forma, de entregar uma experiência personalizada sem que aceitem ser rastreados por cookies ou similar.

Imagine que é a Marta que pesquisa por camisas azuis de verão para se adequar à sua bonita nova saia. Ela vai sair de noite na próxima semana e está à procura desesperadamente de algo fantástico para vestir. Agora, ao pesquisar no Google, acaba por cair na sua loja porque tem camisas azuis para mulher.

Infelizmente, o resultado que o Google entrega, tem uma foto de uma modelo vestida com uma camisa azul que não se adequa ao corpo ou look da Marta. Então, ela rapidamente fecha a página e vai para outros resultados. É o fim da história para si, neste momento.

A não ser que ela tenha clicado em “aceitar cookies” no seu site.

Como a RGPD afeta a Automação de Marketing devido à privacidade de dados

Se ela tivesse aceite os cookies quando chegou à sua loja de e-commerce, teria sido possível enviar-lhe fotos diferentes do produto ou talvez outras camisas azuis que se inserissem no seu estilo. Isto ainda não é bem automação de marketing. É mais uma tática de retargeting.

Contudo, se ela clicar num desses banners, está a dizer-lhe mais informação sobre os seus interesses. Está a construir uma persona. Uma persona que lhe irá permitir ativar a máquina de automação de marketing para entregar conteúdo relevante a esta pessoa. Torne a sua marca relevante para ela.

Não me interprete mal. A privacidade dos utilizadores é essencial e deveria ser um standard de qualquer negócio. Apenas necessitamos de viver com isso e mostrar os benefícios para cada utilizador confiar em nós ao aceitar os nossos cookies.

É quase como se tivesse uma comparação entre Email Marketing e Automação de Marketing. Se não temos o consentimento do utilizador e estamos a entregar-lhe conteúdo, sob a forma de visuais, textos ou mensagens, é spam. Isso serve para o email marketing ou automação de marketing.

O que significa, tal como no email marketing, necessitamos do consentimento das pessoas para poder comunicar com as mesmas.  Tal como com o email, necessitamos de ter um bom valor de forma a que “subscrevam” a nossa automação de marketing.

O valor deve ser mostrar conteúdo relevante, de acordo com os seus interesses, história e navegação, entre outros critérios.

Como superar a forma como a RGPD afeta a Automação de Marketing

Como terá encontrado uma forma de ter subscritores de email marketing, também será necessário encontrar uma forma de convidar pessoas a aceitar os seus cookies de automação de marketing. E a forma de o fazer é através de conteúdo.

Aqui terá alguns exemplos de como convidar as pessoas a aceitar os seus cookies de automação de marketing.

Separe cada permissão dentro da sua barra de cookies.

A melhor forma de abordar esta situação é separando os cookies das outras formas de cookies de publicidade. Quando abrem a descrição dos cookies e encontrarem tudo junto como publicidade, o mais certo será não aceitarem. Por isso, faça uma categoria apenas para os de automação de marketing.

Diga-lhes porque deveriam aceitar os cookies da sua automação de marketing.

O que é que eles ganham com isso? Porque deveriam se importar em clicar no botão de aceitar? Tudo depende do seu modelo de negócio.

Vou dar-lhe alguns exemplos de casos diferentes:

  1. Se estiver a gerir uma loja online, é algo fácil inserir um botão para cada produto que diga algo parecido a: “Quero ver mais camisas parecidas” ou semelhante.
    Quando clicam, abre-se uma div (sem sair da página) que lhes diz como podem ativar a automação de marketing para serem alertados de outros produtos semelhantes através da sua navegação.
  2. Se o seu negócio é mais virado para os serviços, pode ter uma abordagem semelhante a cada serviço ou publicação no seu site. Neste caso, a ideia é ser alertado de conteúdo relevante quando publicado.

Em cada caso, a coisa mais importante a fazer é entregar segundo a promessa. Não a utilize para vender o que quer. Use-a para continuar a enviar conteúdo que mais provavelmente será dos seus gostos. Isso irá criar um rapport para a sua marca.  Confiança é tudo em qualquer negócio.

Aproveite depois essa confiança conquistada, para lhes pedir que subscrevam mais itens. A sua newsletter, por exemplo. Ou abrir uma conta.

Sim, a RGPD afeta a automação de marketing de forma intensa. Contudo, ainda poderá utilizar este canal de marketing para chegar à sua audiência com conteúdo relevante. Seja inteligente, seja criativo(a), seja pro-ativo(a).

Considerou este artigo útil? Então, porque não aceitar os cookies de publicidade do nosso site? Irá entregar conteúdo semelhante no futuro. 😉 Está mesmo ali naquela pestana no fim da página.

Também poderá pretender partilhar com os seus amigos. Agradecemos que o faça. Se tiver mais algumas questões sobre o assunto, basta dizer.

Rui Nunes

About Rui Nunes

Rui Nunes é o Fundador da sendXmail(s), criada para ser a melhor estratégia de Email Marketing & Automação para o seu retorno de investimento.

Leave a Reply

SUBSCREVA

NEWSLETTER PRO

  • UM CASE STUDY
  • UM INSIGHT PARA ATIVAR
  • UMA IDEIA PARA TESTAR
  • CRIADA PELO NOSSO FUNDADOR RUI NUNES